Ein Haus, 1915
Atualidades

Retrospectiva de Paul Klee no Centre Georges Pompidou, em Paris

por Dimitrov

Ein Haus, 1915
Ein Haus, 1915

Dos grandes artistas do século XX, Paul Klee foi um dos que mais experimentou técnicas e explorou métodos. Conhecido por sua extensa pesquisa sobre as cores, assunto sobre o qual escreveu diversos textos, Klee misturava técnicas com grande facilidade. Em diversos de seus trabalhos mistura aquarela e tinta à óleo, ou aquarela e nanquim.
Klee nunca pertenceu de fato a nenhum grupo de vanguarda, apesar de muitas vezes ser associado à alguns deles como o expressionismo (associação que provavelmente se dá ao envolvimento de Klee com o artista Wassily Kandinsky, no início de sua carreira, que o influenciou a estudar à fundo as teorias modernas das cores) e o abstracionismo, entre outras, estabelece relações com algumas de suas propostas.
Foi professor da Bauhaus, onde iniciou dando aulas de tipografia e mais tarde na oficina de vidro. Mais tarde, mudou-se para a Academia de Düsseldorf, mas na mesma época os nazistas tomavam o poder, e Klee é demitido, mudando-se de volta para a Suíça com sua família.
Um museu dedicado a Paul Klee foi construído em Berna, Suíça. O Zentrum Paul Klee foi inaugurado em 2005 e agrupa uma coleção de cerca de 4.000 obras do artista.

Aberta em 6 de abril de 2016, a exposição “Paul Klee: L’ironie à l’oeuvre” (algo como “A ironia no trabalho”) ficará exposta no Centre Georges Pompidou, em Paris até 1 de agosto de 2016. A exposição propõe uma nova visão sobre o trabalho do artista, que teve sua obra em retrospectiva 47 anos atrás. Com cerca de 250 obras de diversas coleções (incluindo o Zentrum Paul Klee, em Berna e coleções particulares), esta retrospectiva apresenta um olhar inédito sobre esta figura singular da modernidade e da arte do século XX.

Centre Georges Pompidou (em francês):
https://www.centrepompidou.fr/cpv/ressource.action?param.id=FR_R-a89d8718d9d98680aead918dc155396a&param.idSource=FR_E-b5a27056afe1a54f9aadab496aa32b34
Zentrum Paul Klee (em inglês):
http://www.zpk.org/